A manifestação dos bombeiros de Casimiro de Abreu em busca de melhores salários e também pela libertação dos companheiros de farda presos depois de invadirem o quartel central no Rio de Janeiro se estendeu da praça Feliciano Sodré e foi até a BR-101, onde foram saudados por vários motoristas simpatizantes ao movimento que ali passavam com suas buzinas. A manifestação foi pacífica.

 

 

MOTIVO DA MANIFESTAÇÃO DOS BOMBEIROS EM TODO O ESTADO DO RIO

   A antecipação do reajuste de 5,58% no salário dos bombeiros, policiais militares, policiais civis e agentes penitenciários do Rio de Janeiro, anunciado pelo governador, Sérgio Cabral, nesta quinta-feira (8), pode ser votado na próxima semana na Câmara dos Deputados. A tendência é que o governo peça que a votação seja feita em caráter de urgência.

   A alteração, porém, não atende às exigências dos bombeiros, que reivindicam, além de melhores condições de trabalho, um piso salarial de R$ 2.000. Hoje, o salário deles é de R$ 1.092,37 e passará para 1.152,93.

Para o deputado Luiz Paulo (PSDB) acredita que o Estado possui margem para que o reajuste seja maior do que o anunciado.

   - A antecipação não vai resolver o problema. Na minha opinião, o Estado tem margem de arrecadação para fazer outras antecipações e assim se aproximar do valor pedido pelos bombeiros.

   O parlamentar justifica ainda que o governo poderiam gastar mais R$ 7,8 bilhões com a folha salarial.

   - O Estado pode gastar com folha de pagamento dos funcionários 49% da verba que ele recebe por ano. E o governo usa hoje apenas 27% desse total. Ou seja, tem uma margem de 12%, que equivalem a aproximadamente R$ 7,8 bilhões, para usar. Então, dinheiro não falta.

   A deputada Clarissa Garotinho (PR) acredita que a insatisfação dos bombeiros deva continuar mesmo com o reajuste salarial oferecido pelo governo.

   - Esse aumento que eles deram é uma vergonha. Ele não vai resolver o problema.

   A antecipação faz parte de um plano salarial para os bombeiros iniciado em janeiro de 2011. O projeto prevê 48 parcelas com aumento de aproximadamente 0,9%, que deverão ser pagas até o final de 2014.

 


ENTENDA O CASO

   Por volta das 20h da última sexta-feira (3), cerca de 2.000 bombeiros - muitos acompanhados de mulheres e crianças - ocuparam o Quartel Central da corporação, no centro do Rio de Janeiro. O protesto, que havia começado no início da tarde em frente à Alerj (Assembléia Legislativa), durou toda a madrugada.

   A principal reivindicação da categoria é aumento salarial de R$ 950 para R$ 2.000 e vale-transporte. A causa já motivou dezenas de paralisações e manifestações desde o início de abril. Seis líderes dos movimentos chegaram a ser presos administrativamente em maio, mas foram liberados.

   Diante do clima de tensão no Quartel Central, repetidos apelos feitos pelo comandante-geral da Polícia Militar, coronel Mário Sérgio Duarte, para que os manifestantes retornassem às suas casas foram ignorados e bombeiros chegaram a impedir que colegas trabalhassem diante dos chamados de emergência. A PM, então, com auxílio do Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais), invadiu o complexo às 6h de sábado (4). Houve disparos de arma de fogo, acionamento de bombas de efeito moral e confrontos rapidamente controlados. Algumas mulheres e crianças ficaram levemente feridas e foram atendidas em postos no local.

   Os bombeiros foram levados presos para o Batalhão de Choque, que fica nas proximidades. De lá, 439 foram transferidos de ônibus para a Corregedoria da PM, em São Gonçalo, região metropolitana do Estado, onde passaram a madrugada de domingo (5). Durante a manhã, eles foram novamente transferidos, desta vez para o quartel de Charitas, em Niterói, também na região metropolitana.

   Visivelmente irritado com o "total descontrole", o governador Sérgio Cabral anunciou no sábado, após reunião de cerca de cinco horas com a cúpula do governo, a exoneração do então comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Pedro Machado. O cargo passou a ser ocupado pelo coronel Sérgio Simões, que era subsecretário de Defesa Civil da capital fluminense.

   Cabral disse que não negocia com "vândalos" e "irresponsáveis", alegou que os protestos têm motivação política e se defendeu dizendo que o governo tem planos de recuperação salarial para todos os militares desde 2007. Segundo ele, com todas as bonificações e reajustes previstos, até o fim do ano, os bombeiros terão um salário muito próximo ao que é reivindicado.

   Os bombeiros presos foram autuados em quatro artigos do Código Penal Militar: motim, dano em viatura, dano às instalações e por impedir e dificultar a saída para socorro e salvamento. A pena para estes crimes varia de dois a dez anos de prisão.

Apesar das baixas, o comando-geral do Corpo de Bombeiros informou que a rotina de atendimento à população está mantida e que os substitutos dos bombeiros presos assumiram seus postos.

 

 

dsc09356_small.jpg dsc09372_small.jpg dsc09376_small.jpg dsc09408_small.jpg dsc09411_small.jpg
dsc09412_small.jpg dsc09419_small.jpg dsc09421_small.jpg dsc09422_small.jpg dsc09426_small.jpg
dsc09427_small.jpg dsc09449_small.jpg dsc09453_small.jpg dsc09457_small.jpg dsc09463_small.jpg
dsc09464_small.jpg dsc09465_small.jpg dsc09467_small.jpg dsc09469_small.jpg dsc09481_small.jpg
dsc09482_small.jpg dsc09484_small.jpg dsc09489_small.jpg dsc09490_small.jpg dsc09491_small.jpg
dsc09497_small.jpg dsc09506_small.jpg dsc09508_small.jpg dsc09509_small.jpg dsc09522_small.jpg
dsc09539_small.jpg dsc09541_small.jpg dsc09542_small.jpg dsc09544_small.jpg dsc09545_small.jpg
dsc09555_small.jpg dsc09576_small.jpg dsc09577_small.jpg dsc09581_small.jpg dsc09582_small.jpg
dsc09583_small.jpg dsc09584_small.jpg dsc09585_small.jpg dsc09586_small.jpg dsc09587_small.jpg
dsc09588_small.jpg dsc09589_small.jpg dsc09590_small.jpg dsc09592_small.jpg dsc09597_small.jpg
dsc09599_small.jpg dsc09601_small.jpg dsc09605_small.jpg dsc09608_small.jpg dsc09610_small.jpg
dsc09615_small.jpg dsc09616_small.jpg dsc09618_small.jpg dsc09620_small.jpg dsc09623_small.jpg
dsc09629_small.jpg dsc09631_small.jpg dsc09632_small.jpg dsc09640_small.jpg dsc09643_small.jpg
dsc09645_small.jpg dsc09651_small.jpg dsc09656_small.jpg dsc09661_small.jpg dsc09675_small.jpg
dsc09676_small.jpg dsc09677_small.jpg dsc09678_small.jpg dsc09682_small.jpg dsc09683_small.jpg
dsc09685_small.jpg dsc09689_small.jpg

CASIMIRODEABREU.COM